AMBIENTE MONTESSORI EM CASA


Montessori esteve presente na vida das minhas filhas desde muito cedo. Meu marido e eu nos encantamos pela sabedoria Montessori da criação do ser Humano e apostamos nela como um guia para educá-las. Nós passamos por todas as fases de descobertas e testes das propostas do método, desde o dilema da cama no chão até o desafio de fazer um homeschool parcial Montessori.

Quando minha mais velha entrou para a escola aos quatro anos, a nossa fase de vivenciar a filosofia de vida Montessori mudou para a educação Montessori propriamente dita. Eu tinha (e ainda tenho!) uma fascinação enorme pelos materiais da pedagogia e como eles, inseridos num ambiente organizado e com um adulto preparado para lidar com eles, poderiam nutrir um amor pelo aprendizado e, de quebra, ensinar valores importantes para a criança como ordem e respeito. Essa era a educação que eu sonhava para minhas filhas.

A estética menos entulhada e menos colorida de Montessori também tem um grande apelo para mim. Paredes neutras, móveis amadeirados, objetos simples e bonitos, plantas de verdade... tudo isso me ensinou bastante sobre a importância de um ambiente realmente belo e interessante para a criança, sem excessos, para que a ela absorva esses pequenos encantos, ao invés de se fechar para o mundo diante de estímulos exagerados e inúteis.

Por um lado não foi preciso muito para deixar o ambiente preparado para elas aprenderem de forma independente e bonita. Os móveis que compramos quando a Valentina ainda engatinhava são os mesmo até hoje: uma estante baixa para expor alguns materiais de estudo, uma mesa e uma cadeira e uma prateleira de livros é o básico e o suficiente. Esse espaço vazio, mesmo que pequeno, é muito necessário para a movimentação da criança e para os tapetes que receberão alguns materiais que são trabalhados no chão.

Por outro lado tivemos que investir um bom dinheiro nos materiais. Nós poderíamos ter feito substituições e improvisado alguns materiais, como já fizemos antes, mas não é a mesma coisa, pelo menos pra mim. Além do mais, as minhas filhas mais novas ainda não vão a escola, então uma coisa compensou a outra (tanto financeiramente como pedagogicamente). De toda forma, esse foi o caminho que escolhemos, então achamos melhor assim.

Como nosso espaço é limitado, nós fazemos rodízios semanais de materiais e livros. Geralmente no domingo, eu escolho alguns materiais para trabalhar durante a semana. Os demais ficam escondidos. A grande vantagem de tirar alguns materiais de vista é renovar o interesse da criança por algo que ela não via há algum tempo.

Bom, acho que é isso. Só queria mostrar como ficou nosso espaço depois da pintura. As imagens falam mais do palavras. Esse é jeito que escolhemos fazer Montessori em casa. Cheio de imperfeições (nem tanto pelo ambiente, mas principalmente pelo adulto preparado - eu! hahaha!) mas confortável e convidativo. Calhou de termos esse quartinho sobrando em casa mas você pode fazer um espaçinho de estudo para seu filho na estante da televisão da sala. Não importa! O importante é alimentar a alma da criança com a curiosidade sobre o mundo em que vive. E participar ativamente da educação dele.

Fiquem a vontade para contribuir com algum feedback ou idéias! Também ficarei muito feliz em responder dúvidas e perguntas.

SIGA A GENTE

  • ícone facebook club montessori
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

M20 TECNOLOGIA LTDA ME

23.514.970/0001-00